Mensagem no celular do Juca

Sábado de noite. Mensagem no celular do Juca:

“Oi, estou indo pro Opinas. Bjo.”

O Juca, de cara, estranhou. Opinas é o nome íntimo do bar Opinião, em Porto Alegre. Não tinha combinado nada com a Jusci aquela noite. Nada, nada. Nem tinha tocado no assunto durante a semana. Nem sobre quem ia tocar, nem sobre desconto na consumação, sobre as amigas da Jusci, nada. Na verdade nem planejava sair aquela noite. Tinha um churrasco nos amigos, ia pra casa cedo pra dormir, só.

Terminou de se arrumar, saiu do quarto, avisou aos pais pra onde ia, pegou a carteira, as chaves e lembrou do convite da Jusci. Tinha quase certeza de que não havia combinado nada com ela durante a semana. Nem tocado no assunto. Na verdade, só tinha falado de ir no Opinas com o Gérson. Tava tudo certo até a tarde da sexta. O Juca desistiu porque fez algumas contas e viu que teria que evitar alguns excessos para o bem do bolso no final do mês. Mas o Gérson estaria lá.

É isso, pensou o Juca. Está aí a oportunidade do Gérson conhecer a Juscinéia. Dois grandes amigos do Juca, agora juntos. Seria bem legal.

O Gérson e a Jusci só tinham se visto uma vez, assim, ao vivo. Nas outras o Gérson a viu por fotos. E tinha gostado. Tinham até falado de saírem um dia todos juntos pro Juca apresentar a Jusci pro Gérson e vice-versa. Por que não naquela noite?

Do celular do Juca, mensagem para a Jusci:

“Eu não vou, mas o Gérson vai estar lá. Aproveita pra conhecê-lo guria. Juca.”

“É bem mais fácil ele me achar. Tu não disse que ele andou vendo fotos minhas? Jusci.”

Do celular do Juca, mensagem para o Gérson:

“Dica da noite: a Jusci está no Opinas. É a tua chance magrão! Juca.”

Deu tempo pro Juca sair de casa, chegar no churrasco e cumprimentar a aniversariante. Mensagem no celular:

“Meu, me descreve ela de novo. Não lembro e tô sem óculos. Gérson.”

Opa, sorriu contido o Juca, o Gérson fisgou. É hoje.

“Tu viu fotos dela esses dias, cabelos curto, loura e alta. Te vira! Juca.”

A cena se montava na cabeça do Juca. Opinião lotado, luz escassa, som lá nas alturas e o Gérson com os olhos miúdos, fazendo força para localizar uma guria loura, de cabelo curto e alta. Entre tantas, uma certamente seria a Jusci. Na real, não ia dar certo. E na real, o Juca podia fazer um pouco mais para aproximar aqueles dois.

“Jusci: onde tu vai estar até às 23:50? Juca.”

“No mesmo lugar que ficamos semana passada. No final do balcão. Bjo.”

“Cara, seguinte: ela vai estar no final do balcão de bebidas, no térreo. Traça uma linha reta com a porta que dá pros camarins, tá lembrado do Papas? Juca.”

Dez minutos e nada. Vinte e nada. Nada do retorno de ninguém.

Mensagem pro Gérson:

“E aí? Juca.”

Nada.

Meia hora depois, mensagem no celular do Juca:

“Juca? Tu tá onde? To indo embora daqui, daqui a pouco. Bjo. Jusci.”

Droga. Todo esforço em vão. Não se acharam. Também como iam se achar. Opinião lotado, luz escassa, som lá nas alturas e o Gérson com os olhos miúdos, fazendo força para localizar… nunca podia dar certo.

“Jusci, to por casa, te disse que não iria. Boa festa! Juca.”

O churrasco ainda tava rolando quando o Juca resolveu ir embora. Despediu-se de todos, chegou em casa e dormiu desiludido. Pensou que ia unir aquelas duas almas naquela noite. Sempre ouvia falar tanto do poder das novas mídias. Que a internet não sei o quê. Que os e-mails não sei o quê. Que o celular podia coisa e tal. Dessa vez não serviram pra nada. Que bosta! E o Juca dormiu.

O sol já quase se posicionava bem no meio lá em cima quando o Juca acordou e levantou. A primeira lembrança da noite passada foi do pão com alho. Do alho com pão, reclamou o Juca enquanto lavava o rosto. Essa mania de encher as coisas de tempero.

Voltou pro quarto, arrumou a cama e pegou o celular. Foi quando foi ver as horas, que percebeu que tinha recebido uma mensagem durante a noite.

“Meu amigo, tua amiga beija bem pra caramba. Gérson.”

Hehe, disseram os olhos do Juca. Piscou duas, três vezes. Sim, já estava acordado, a mensagem era real e não parecia ser uma brincadeira do Gérson.

Deu vinte minutos e a mensagem complementar:

“Amigo, eu achei o Gérson ontem. 🙂 Bjo, Jusci.”

O Juca olhou dnovo pro celular e leu a mensagem. Esticou a coberta sobre a cama e saiu balançando a cabeça.

***

Música tocando, letras e frases subindo na tela.

A Jusci e o Gérson continuaram se conhecendo nos finais de semana que se seguiram. E o Juca decidiu não interferir mais, em mais nada. Tinha feito sua parte.

Qualquer semelhança entre fatos, nomes e pessoas, é mera criação da sua fértil imaginação, amigo leitor.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Genéricos

4 Respostas para “Mensagem no celular do Juca

  1. Ahm… Vou ter que pensar melhor antes de comentar a última façanha do Juca 🙂

  2. Estava notando ontem que o blogger não mostra data nos comments. Ruim né?

    Enfim, vim falar do personagem que mais gosto aqui no teu blog: o Juca. Sempre me divirto com as histórias dele. Cheias de realidades e fantasias.

    Acho que o Juca é um ser especial no meio desse monte de gente comum que vive por aí. Ele tem um diferencial. Talvez a sensibilidade? Talvez.

    A Jusci, essa personagem nova que surgiu, só por ser amiga do Juca, já deve ser uma guria pra lá de legal =D E deve ter confiado muito no Juca pra aceitar conhecer o amigo dele mesmo sem que ele estivesse junto…

    Quanto ao Gerson, bem… não sei o que dizer dele. Mas, se eles se encontraram nessa noite e tudo parece ter sido tão bom, com certeza não foi por acaso 😉

    Enfim, que o Juca continue juntando pessoas que ele considera especiais… e que essas pessoas saibam aproveitar essa ajudinha né, hehe.

    Bjo!
    24/04/06

  3. Ruim não ter data mesmo…
    Estes três personagens, de fato, são espetaculares!
    Beijo.

  4. Elisa

    Imaginação não!! Alter ego sim!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s